Divulgação das atividades da Biblioteca da Escola Básica Dr. Afonso Rodrigues Pereira (do Agrupamento de Escolas da Lourinhã).

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Viajar com livros... Amesterdão

Amesterdão: Capital Mundial do Livro


Amesterdão foi eleita, este ano, a Capital Mundial do Livro. O lema da cidade é “Amesterdão, um livro aberto”.


Além da “abertura” ser o tema principal das festividades, a cidade defenderá o livro como instrumento cultural da liberdade. Conforme foi publicado no site da Unesco, “os livros são vectores de cultura. Não só transmitem histórias e ideias, como também distraem, são belos, instrutivos e divertidos”.


Três personalidades foram escolhidas como ícones das comemorações do Dia Mundial do Livro - 23 de Abril - neste ano: o filósofo Spinoza, que passou parte da vida em Amesterdão, a escritora Anne Frank e a autora de livros infantis, Annie M. G Schmidt.


A cidade holandesa de Amsterdam substituiu a cidade de Bogotá como Capital Mundial do Livro. Trata-se de mais uma iniciativa da UNESCO que selecciona cada ano uma cidade capital do livro como forma de servir de referencial geográfico para a promoção do livro, constituindo o Dia Mundial do Livro (23 de Abril) como o momento de passagem do testemunho.
Como é fácil de imaginar Amsterdam já tem pronto um programa anual repleto de actividades em torno do livro. Para começar está previsto um Simpósio sobre sobre o livro e os direitos de autor na Era da Internet (The Book in the Internet Era: Copyright and the future for Authors, Publishers and Libraries), e uma exposição intitulada Amsterdam em palavras (Amsterdam in Words).
Note-se que Amsterdam é a oitava cidade-capital do livro, depois de Madrid, Alexandría, Nova Deli, Amberes, Montreal, Turim e Bogotá.


Ainda sobre Amesterdão...

"Pensa-se que Amesterdão foi fundada em 1275. No séc. 17, devido ao comércio, era uma das cidades mais ricas do mundo. Navios chegavam e partiam para todo o mundo. Actualmente 60% dos 15 milhões de holandeses vivem em terras conquistadas ao mar, protegidas por diques e dunas. A capital da Holanda é Haia. Em Amesterdão, além das túlipas, socos, moinhos e queijos, há pessoas amáveis, com uma forma de viver mais livre. Um dos aspectos mais importantes desta cidade é a notável oferta cultural: museus, salas de concertos, os lendários quadros pintores do século XVII, igrejas, edifícios históricos. Tudo isto numa terra onde parecem ecoar os passos de Rembrandt. Em Amesterdão, a "Veneza do Norte", podemos sentar-nos numa esplanada de um dos cafés e contemplar as bicicletas a circular e os barcos navegando pelos seus canais."

1 comentários:

Anónimo disse...

Olá, já visitei esta cidade, é muito bonita. Fui com os meus pais e irmão. Gostei muito de andar de barco e de bicicleta. Espero voltar um dia...
Pedro Alexandre

 

Copyright © 2010 palavras que se derretem na boca... | Premium Blogger Templates & Photography Logos | PSD Design by Amuki